Boccaccio

Boccaccio Descrição desta imagem, também comentada abaixo Giovanni Boccaccio , gravura de Raffaello Sanzio Morghen (1822). Data chave
Nome de nascença Giovanni boccaccio
A.k.a Boccacio
Aniversário 16 de junho de 1313
Certaldo , República de Florença
 
Morte 21 de dezembro de 1375
Certaldo , República de Florença
 
Negócio principal Escritor , contista , poeta , biógrafo , mitógrafo , tradutor e diplomata
Autor
Linguagem escrita Latina e toscana

Trabalhos primários

Giovanni Boccaccio (em francês Jean Boccace , ou Boccacio ou Boccace ) ( 1313 em Certaldo na Toscana -21 de dezembro de 1375em sua cidade natal) é um escritor florentino .

Seu trabalho na Toscana , incluindo sua coleção de novo o Decameron , que foi um enorme sucesso, o fato considerado um dos criadores da literatura italiana em prosa.

Biografia

Boccaccio é filho ilegítimo de um importante empresário, Boccaccino di Chelino , natural de Certaldo e residente em Florença e que, ligado à empresa Bardi , particularmente poderosa em Nápoles , fez várias viagens a Paris . Boccace o seguiu em 1327 nesta cidade para estudos de direito canônico . Embora tivesse pouco interesse em direito e comércio, integrou-se facilmente na corte do rei Roberto de Nápoles, onde teve a oportunidade de se relacionar com nobres da corte da Casa de Anjou . Lá ele também começa a cultivar seus conhecimentos literários, ele lê clássicos latinos, literatura cavalheiresca francesa, Dante e Petrarca . Também começou a escrever seus primeiros textos de inspiração cortesã, em prosa, como o Filocolo , ou em verso, como a Teseida . Ele também compôs um poema épico sobre a Guerra de Tróia  : o Filostrato . Finalmente, foi em Nápoles que ele viu seu primeiro caso de amor com uma senhora que apelidou de Fiammetta .

No final de 1340 , ele retornou a Florença por causa da falência do Bardi. O retorno é doloroso: Boccaccio está triste por deixar Nápoles e se encontra em uma situação econômica difícil. No entanto, ele conhece Petrarca com quem faz amizade. Desde a juventude ele se preocupou com a poesia; sua admiração por Dante não o permitindo aspirar ao primeiro posto entre os poetas, ele se gabou de obter o segundo, mas assim que conhece os poemas de Petrarca, perde toda esperança e joga a maior parte de seus versos líricos, sonetos , canções e outros poemas românticos. No entanto, ele continua a escrever: La commedia delle Ninfe narra os amores de uma ninfa e seu pastor, outras obras, a Amorosa visione , a Ninfale d'Ameto e a mais alegórica Ninfale fiesolano , a Elegia da Senhora Fiammetta é o conto de estilo autobiográfico de uma jovem napolitana traída por seu amante.

Em 1348 , Boccace testemunhou a devastação causada pela Peste Negra em toda a Europa. Talvez seja essa pandemia que o leva a escrever sua obra-prima: o Decameron . O trabalho é um sucesso e se espalhou amplamente após 1353 . Ela conquistou o reconhecimento de seus pares e ofereceu-lhe novas e interessantes missões por meio do governo municipal de Florença . Nesta cidade, ele ocupará a cadeira que acaba de ser criada para a explicação de Dante.

Em 1362 , seguindo a maldição de um monge cartuxo, Boccaccio passou por uma profunda crise religiosa e retirou-se sozinho para o domínio paterno de Certaldo. Ele chega a planejar a destruição de todos os seus manuscritos, mas Petrarca o dissuade, convencendo-o de que deve fazer pela prosa o que ele mesmo fez pela poesia. Em breve, por suas obras, Boccaccio se colocará acima de todos os prosaicos da península itálica, dos quais permanecerá por muito tempo o modelo. No mesmo ano, ele foi recebido por Niccolò Acciaiuoli no castello di Montegufoni .

Entre 1365 e 1366 , Boccace escreveu o Corbaccio , obra que retoma a tradição da sátira misógina de uma forma moralista. Este é seu último trabalho na Toscana . Incentivado por Petrarca, com quem manteve uma correspondência constante, voltou ao latim e compôs vários tratados , biografias , eclogues e epístolas . Ele venera Dante e lhe devota um Trattatello in laude di Dante e Esposizioni sopra la Commedia di Dante .

Aposentado em Certaldo, viu o fim de sua vida na pobreza. Finalmente, em 1373 - 1374 , foi convidado pela cidade de Florença à leitura pública da Divina Comédia de Dante, na igreja de Santo Stefano di Badia. Mas sua má saúde o obrigou a parar e morreu em Certaldo em 1375, um ano após o desaparecimento de Petrarca .

Se Dante é considerado o fundador da poesia italiana, Boccaccio é geralmente aceito como o criador da prosa italiana.

Uma estela de mármore, que o representa na nave central da igreja de Certaldo Alto, é uma homenagem a ele, embora seus escritos o tenham dedicado às recriminações da população de sua época.

Em 2011 , o nome Boccace, um dos precursores do gênero literário do conto , foi dado a um prêmio literário francês, o Prêmio Boccace , que premia uma coleção de contos publicados em língua francesa durante o ano passado. .

Funciona

Funciona em italiano

Trabalhos iniciais A caccia di Diana

Escrito em Nápoles por volta de 1334, La caccia di Diana é um breve poema erótico composto por dezoito canções formadas em tercetos . O enredo pode ser resumido da seguinte maneira: Enquanto o poeta é dominado por suas tristezas amorosas, um espírito enviado pela deusa Diana convoca certas mulheres de Nápoles, as mais belas, à Corte " idéia dell'alta ", chamando-as pelo nome , primeiro nome e até mesmo seu nome hipocorístico . Guiadas pela desconhecida amada do poeta, as senhoras chegam a um vale e se banham no rio. Então Diane forma quatro grupos e a caça começa. Presa reunida em um prado, a deusa convida as damas a fazerem um sacrifício a Júpiter e a se dedicarem ao culto da castidade. Amados rebeldes de Boccaccio e, em nome de todos, declara que sua inclinação é muito diferente. Diane desaparece nos céus, a donna gentia (a amada do poeta) recita uma prece a Vênus . Este aparece e transforma os animais capturados - incluindo o poeta em forma de veado - em jovens fascinantes. O poema termina exaltando a imagem da força redentora do amor (leitmotiv na obra de Boccaccio).

Este poema é um elogio a beleza das mulheres da cidade, o que o aproxima de Dante Vita Nuova . No entanto, inclui claras influências da poesia alexandrina e o tema abordado retoma os tópicos da jovial galanteria das literaturas cortesãs francesas e provençais.

Filocolo

Filocolo é um longo e emaranhado romance em prosa que conta a lenda de Floire e Blancheflor, de tradição francesa e amplamente distribuído em várias versões na Idade Média. É muito possível que Boccaccio foi inspirado obra de Tuscan Ele Cantare di Fiorio e Biancofiore , é baseado em um poema francês do XII th  século.

A obra foi provavelmente composta entre 1336 e 1338 , a pedido de Fiammetta , como afirma Boccace no prólogo. O título, cunhado pelo autor, significa algo como "cansaço do amor", em grego ruim.

A história se forma em torno dos infortúnios de dois jovens amantes. Fiorio, filho do rei Félix de Espanha, e Biancofiore, órfão acolhido na corte por piedade, que na verdade é filha de uma família de nobres romanos, falecida durante a peregrinação a Santiago de Compostela . Os dois jovens foram criados juntos e se apaixonaram ainda adolescentes. O rei, para impedir sua união, vende Biancofiore como escrava aos mercadores que a cedem ao almirante de Alexandria . Florio, desesperado, assume o nome de Filocolo e sai em busca de sua amada; quando a encontra, sua identidade é descoberta e ele é reduzido ao cativeiro. O almirante condena os dois jovens à morte. Pouco antes de sua execução, no entanto, o almirante reconhece seu sobrinho em Florio e descobre a origem nobre de Biancofiore. Os dois amantes podem então retornar à Itália e se unir.

No prólogo da obra, após uma descrição das origens do reino de Nápoles usando muitas alusões mitológicas, Boccaccio relata seu encontro com Fiammetta e como nasceu seu amor por ela, vendo-a no sábado Santo na igreja do convento. Foi ela quem lhe pediu que escrevesse um poema em "vulgar", ou seja, um romance. Podemos classificar o Filocolo no gênero literário do romance bizantino .

Filostrato

Filostrato é um poema narrativo formado em torno do tema clássico. É dividido em oito canções escritas em ottava rima . O título, formado por uma palavra grega e uma palavra latina, pode ser traduzido aproximadamente como "Caído por amor".

O tema do poema é retirado da mitologia grega  : Boccace conta o amor de Troïlos , filho de Príamo , por Cressida , filha de Calcas , o adivinho grego ajuda Agamenon . Troïlos conquista o amor de Cressida com a ajuda de seu amigo Pandare . No entanto, durante uma troca de prisioneiros, Cressida é enviada para o acampamento grego. Lá, o herói grego Diomedes se apaixona por ela e a jovem também se apaixona por ele. Troïlos percebe a traição de sua amada quando o troiano Deiphobe lhe traz uma vestimenta de Diomedes tirada durante uma batalha, adornada com um broche pertencente a Cressida. Furioso, Troïlos se lança à batalha para enfrentar seu rival; ele inflige perdas às tropas gregas, mas é abatido por Aquiles antes de encontrar Diomedes.

A história não é diretamente inspirado no mito, mas o romance de Troy , o desenvolvimento medieval francês da lenda de Tróia escrito por Benoît de Sainte-Maure ( XII th  século), que Boccaccio ler a versão italiana de Guido delle Colonne . O poema Boccaccio então ecoou em Troilus and Criseyde de Geoffrey Chaucer .

A história de Filostrato pode ser lida como a transcrição literária de seus amores com Fiammetta. A atmosfera do poema lembra a corte de Nápoles, e a psicologia dos personagens é descrita por notas sutis. Não há acordo sobre a data da composição: alguns acreditam que o texto foi escrito em 1335, outros consideram que data de 1340.

Teseida

Segundo alguns autores, a Teseida (de seu nome completo Teseida delle nozze di Emilia - “Teseida do casamento de Emilia”) é o primeiro poema épico composto em italiano. Assim como no Filostrato , a rima utilizada é “ottava rima”. Boccaccio narra as guerras que o herói grego Teseu liderou contra as amazonas e contra a cidade de Tebas . O poema é dividido em doze canções, imitando a Eneida de Virgílio e a Tebaida de Estácio .

O épico é o assunto principal, mas Boccaccio não abandona completamente o tema do amor. La Teseida conta a história do confronto entre dois jovens habitantes de Tebas, Palemon e Arcita, para conquistar o amor de Emília, irmã de Hipólito (a rainha das Amazonas). A obra contém uma carta longa e complicada para Fiammetta , bem como doze sonetos que resumem as doze canções do poema.

Comedia delle ninfe fiorentine

A Comedia delle ninfe fiorentine ( Comédia das Ninfas Florentinas ), também conhecida como Ninfale d'Ameto ou simplesmente Ameto , devido ao nome do personagem principal, foi provavelmente composta entre 1341 e 1342 . É uma fábula alegórica idílica, escrita em prosa, alternando fragmentos em tercetos encadeados. Esta forma não é nova, a encontramos em muitas obras medievais, como a Vita nuova de Dante ou De nuptiis Philologiae et Mercurii (Casamento de Mercúrio e Filologia), de Martianus Capella . Mais uma vez, o tema de Boccaccio reside no poder redentor do amor que permite ao ser humano passar da ignorância ao conhecimento e compreensão do mistério divino.

A obra começa com o pastor Ameto perambulando pelos bosques da Etrúria onde avista um grupo de magníficas ninfas se banhando ao som do canto de Lia. Ameto, fascinado pelo canto da ninfa, apaixona-se por ela e se revela às ninfas. No dia dedicado a Vênus, sete ninfas se reúnem ao redor de Ameto e contam suas histórias de amor. Depois de ter ouvido as suas histórias, Ameto, por ordem da deusa, toma um banho purificador que lhe permite compreender o significado alegórico das ninfas (que representam as virtudes teológicas e cardeais), o do seu encontro com Lia (que envolve as suas próprias. transformação do estado animal em humano, abrindo a possibilidade de conhecer Deus).

O tema e a atmosfera, entretanto, são muito diferentes; a estrutura desta obra já anuncia a de sua obra principal o Decameron .

Amorosa visione

A Amorosa visione é um poema alegórico em tercetos encadeados, composto, como o Ameto , no início da década de 1340, quando o autor morava em Florença. É dividido em cinquenta canções curtas. Seguindo a estrutura da visio in somnis ("visão nos sonhos"), relata como uma belíssima mulher, enviada por Cupido ao poeta, o convida a abandonar os "vãos prazeres" para encontrar a verdadeira felicidade. A mulher conduz o poeta até a porta estreita (que representa a virtude) de um castelo, cuja soleira ele se recusa a atravessar, preferindo acessá-la pelo grande (símbolo das riquezas e dos prazeres mundanos). Duas salas do castelo são decoradas com afrescos dignos de Giotto  : as da primeira sala representam os triunfos da Sabedoria - rodeadas por alegorias das ciências do trivium ( gramática , dialética e retórica ) e do quadrivium ( geometria , aritmética , astronomia e música ) -, Glória, Riqueza e Amor. A segunda sala representa o Triunfo da Fortuna. Nos afrescos, muitas figuras históricas, bíblicas e mitológicas encontram-se lado a lado com famosos homens de letras. Após a contemplação das pinturas, o poeta sai para o jardim onde encontra outras mulheres: a “bela Lombard” e a “Ninfa de Siculum” (que poderia ser Fiammetta ). O poema termina abruptamente logo depois.

A visão Amorosa tem várias semelhanças com a Divina Comédia . Os críticos também o compararam a outra obra de caráter alegórico, os Triunfos de Petrarca . Segundo alguns autores, o modelo deste castelo alegórico é Castelnuovo di Napoli, cujos quartos foram decorados com afrescos de Giotto durante a época de Robert d'Anjou .

Elegia di Madonna Fiammetta

Elegia di Madonna Fiammetta , provavelmente escrita entre 1343 e 1344 , foi chamada pelos críticos de "  romance psicológico  " - o termo "psicologia", entretanto, ainda não foi cunhado em sua época. Em prosa, parece uma longa carta. A protagonista, Fiammetta , narra seu amor juvenil por Pamphile, tendo como pano de fundo a cidade de Nápoles. Esse relacionamento termina quando Pamphile tem que ir para Florença. Sentindo-se abandonada, Fiammetta tenta se matar. No final da obra, a protagonista recupera a esperança ao saber que Pamphile está de volta a Nápoles, mas descobre com amargura que se trata de uma pessoa com o mesmo nome. O autor dedica a obra às “mulheres apaixonadas”.

Apesar do forte componente autobiográfico - a relação do autor com a enigmática Fiammetta , que se deu de maneira relativamente diferente - seu tratamento da paixão é reminiscente em obras literárias como os Heroides de Ovídio , Pamphilus de amore de um autor anônimo, ou De Amore de Andreas Capellanus .

Ninfale Fiesolano

Ninfale fiesolano , escrita entre 1344 e 1346 , é uma fábula etiológica que pretende explicar os nomes de dois rios da Toscana  : Africo e Mensola. De inspiração pastoral - como o Ameto - é escrito em ottava rima , e conta a história do amor entre Africo e a ninfa Mensola assim como o nascimento de seu filho, Proneo.

De acordo com este trabalho, as colinas de Fiesole eram habitadas por ninfas dedicadas ao culto a Diana e à caça. O pastor Africo se apaixonou por um deles, Mensola, mas cada vez que ele se aproximava, as ninfas fugiam de medo. O pai de Africo, Girafone, tentou dissuadi-lo, contando-lhe a história de Mugnone, que se transformou em rio por ter ousado amar uma ninfa. Africo, no entanto, perseverou e, auxiliado por Vênus, uniu-se à sua amada. Mensola, grávida, foge da companhia de Africo. Pensando ser desprezado por sua amada, ele cometeu suicídio mergulhando no rio que leva seu nome. Diane descobriu o nascimento de Mensola e a amaldiçoou; a jovem suicidou-se no riacho que levou seu nome. Seu filho, criado pelos pais de Africo, tornou-se um dos primeiros habitantes da cidade de Fiesole.

A obra teve grande influência nas obras pastorais dos séculos seguintes, como Stanze de Angelo Poliziano , ou Nencia da Barberino de Lawrence o Magnífico .

Trabalhos maduros Decameron

Durante a peste que atingiu a cidade de Florença em 1348 e que o autor testemunhou, três rapazes e sete moças encontram-se na Igreja de Santa Maria Novella e decidem isolar-se numa vila distante para fugir à peste.

Neste local, para evitar repensar os horrores vistos, os jovens contam histórias uns para os outros. Eles ficam quatorze dias na villa, mas sem contar uma história às sextas e sábados. O título, portanto, vem desses dez dias de contação de histórias. A cada dia, um participante assume o papel de “rei” e decide o tema dos contos. Porém, no primeiro e no nono dias, essa regra não se aplica. No total, a obra consiste em uma centena de contos de extensão desigual.

As fontes utilizadas por Boccaccio são variadas: dos clássicos greco-romanos aos fabliaux franceses medievais.

Il Corbaccio

Il Corbaccio foi escrito entre 1354 e 1355. Trata-se de uma história cuja moldura, fina e artificial, é apenas um pretexto para organizar um debate moral e satírico. Por seu tom e sua finalidade, a obra faz parte da tradição da literatura misógina . O título certamente se refere ao corvo, visto como um símbolo de mau presságio e paixão descontrolada; para outros críticos, devemos isso ao corbacho espanhol (a vara usada pelo capataz para castigar os escravos das galés). O subtítulo da obra é Laberinto d'Amore , labyrinthe d'amore. A primeira edição foi produzida em Florença em 1487.

A composição encontra sua fonte nos amores infrutíferos de Boccaccio. Na casa dos quarenta, ele se apaixonou por uma bela viúva e enviou-lhe cartas expressando seu desejo e seu amor. A senhora mostrou essas cartas a seus parentes, zombando dele por causa de sua origem humilde e de sua idade. Este livro é a vingança do autor, dirigida não apenas contra a viúva, mas contra todo o sexo frágil.

O autor sonha que está viajando para lugares encantadores (as lisonjas do amor), quando de repente se encontra em uma selva inextricável (o Labirinto do Amor, que ele também chama de Chiqueiro de Vênus). Ali, transformados em animais, expiam seus pecados os infelizes enganados pelo amor das mulheres. O falecido marido da viúva aparece como um espectro e conta-lhe em detalhes sobre os inúmeros vícios e defeitos de sua esposa. Como penitência, Boccaccio deve revelar o que viu e ouviu.

Outras obras notáveis

Boccaccio é também o autor de uma das primeiras biografias de Dante Alighieri , o Trattatello in laude di Dante , bem como uma paráfrase em tercetos encadeados, a estrutura de estrofe usada por Dante na Divina Comédia ( Argomenti in terza rima alla Divina Commedia ).

Citemos também seus Rimes , uma coleção de poemas sobre o tema do amor, e sua tradução para o italiano das décadas III e IV de Titus Live .

Funciona em latim

Genealogia deorum gentilium

Genealogia deorum gentilium ("Genealogia dos deuses dos pagãos"), dividida em quinze livros, é uma das mais completas antologias de lendas da mitologia grega , à qual Boccaccio dá uma interpretação alegórica e filosófica. Ele começou este trabalho antes de 1350, a pedido de Hugo de Lusignan, Rei do Chipre , a quem o livro é dedicado. Ele continua a corrigi-lo até sua morte. Este livro de referência foi um dos mais visitados por escritores até muito tarde na XIX th  século.

De casibus virorum illustrium

De casibus virorum illustrium tenta demonstrar a obsolescência dos bens deste mundo e a natureza arbitrária da fortuna. O autor ilustra seu argumento com uma série de histórias biográficas nas quais aparecem personagens de todas as épocas: de Adão aos seus contemporâneos, as histórias estão estruturadas em nove livros. A obra é dedicada a Mainardo Cavalcanti. Boccaccio certamente começou a escrevê-lo por volta de 1355, mas não concluiu a obra até 1373-1374.

De claris mulieribus

Com De mulieribus claris , construído no modelo da coleção de biografias De viris illustribus de Petrarca , Boccaccio compôs entre 1361 e 1362 uma série de biografias apenas de mulheres famosas. É dedicado a Andrea Acciaiuoli, condessa de Altavilla. Ele serviu de base para muitos escritores, incluindo Geoffrey Chaucer , autor de The Canterbury Tales . Esta obra foi traduzida do latim para o italiano pelo Signeur Luc-Antonio Ridolfi, e do italiano para o francês médio por Guillaume Rouville, que também era impressor em Lyon. A tradução francesa foi publicada em12 de setembro de 1551(em Lyon em Guill. Rouville no Escu em Veneza) sob o título de Des Dames de Renom .

Outras obras em latim

Na mesma linha da Genealogia deorum gentilium , Boccace escreve um repertório alfabético de topônimos que aparecem nas obras clássicas da literatura latina que intitula De montibus, silvis, fontibus, lacubus, fluminibus, stagnis seu paludis, et de nominibus maris liber  ; este repertório foi publicado em 1360. O escritor também compôs dezesseis eclogues seguindo os modelos de Virgílio , Dante e Petrarca , o Bucolicum carmen , que foi escrito entre 1347 e 1369; sem esquecer vinte e quatro epístolas , das quais apenas duas traduções em italiano são preservadas.

Em De Canaria et insulis reliquis ultra Ispaniam em Oceano noviter repertis , Boccaccio reúne cartas pelas quais mercadores florentinos relatam a expedição de Niccolò de Recco às Canárias em 1341. A adaptação feita por Boccaccio pode ser encontrada no Zibaldone Magliabechiano , onde copiou textos de seu interesse ele e provavelmente alimentariam sua produção literária e acadêmica.

Posteridade

Edições Boccace

Edições antigas

As várias obras de Boccaccio foram publicadas em Florença, ou melhor, em Nápoles Em 1723 e 1724 , em 6 em 8 volumes; devemos adicionar o Decameron , do qual um fólio é a edição mais antiga (Veneza, 1471 ), e do qual um in-4 é a mais precisa (Florença, 1597 ).

O editor Guillaume Rouville publicou a partir de 1551 Des Dames de renom, recentemente traduzido do italiano para o francês , Lyon, (393 páginas) ( ler online ). Marguerite de Cambis traduziu em 1556 a Epistola consolatoria a Messer Pino de Rossi , para a mesma editora.

Podemos ficar satisfeitos com a edição de Paris , 1768 , 3 volumes em-12, ou Milão , 1803 , o volume em-8.

Ainda estamos procurando a antiga tradução francesa de Jean Martin , reimpressa em Paris em 1757 (5 volumes em-8); O abade Sabatier de Castres rejuvenesceu o estilo em 1779 (40 em 18 volumes, reimpresso em 1804 ).

Uma tradução publicada sob o nome de Mirabeau, (Paris, 1802 , 4 volumes em-8) não teve sucesso. Uma tradução de Francisque Reynard, 2 vols. (XV-423, 503 p) foi publicado pelas edições G. Charpentier em 1879.

Edições modernas
  • Le Décaméron , tradução de Jean Bourciez, Garnier frères, coll.  “Classiques Garnier”, 1952  ; nova edição corrigida e aumentada por indicações bibliográficas, Garnier frères, coll.  “Classiques Garnier”, 1979  ;
  • Le Décaméron , tradução de Marthe Dozon, Catherine Guimbard, Marc Scialom, editado por Christian Bec, LGF, coll.  "O livro de bolso. Biblioteca "clássico n o  702, 1994  ;
  • Les Dames de renom , Toulouse, Ombres, col.  "Pequena biblioteca Shadows ' n o  69, 1996  ;
  • Le Décaméron de Boccace , introdução de Vittore Branca , Diane de Selliers (Beaux livres), 1999
  • Fiammetta , tradução de Serge Stolf, Arléa, 2003  ;
  • Carta de consolação de Messire Jean Boccace enviada a Lord Pino de Rossi , tradução de Marguerite de Cambis, Honoré Champion, 2003
  • Les Femmes illustres [Famous Ladies], tradução de Jean-Yves Boriaud, Les Belles Lettres, 2013

Estudos literários

  • Philippe Daros e Jean Bessière , La nouvelle, Boccace, Marguerite de Navarre, Cervantès , Honoré Champion, 1996  ;
  • Mr. Marietti Perifano A. e B. Laroche, The After Boccaccio, o novo italiano a XV ª e XVI th  séculos , Presses de la Sorbonne Nouvelle, 1995  ;
  • Jeanne Baroin e Josiane Haffen , Boccace, Des clères et des nobles dames , Presses universitaire de Franche-Comté , 1995 .
  • Nathalie Bouloux e Odile Redon, “Boccace, Canaria e outras ilhas recém-descobertas no oceano, ao largo da Espanha”, em Médiévales n o  47, outono de 2004 ( ler online ).

Ciências Sociais

  • Der schwarze Dekameron: Belege und Aktenstücke über Liebe, Witz und Heldentum em Innerafrika (The Black Decameron: Love, Joke and Heroism in Central Africa) de Leo Frobenius (Berlim, 1910) assume o título de Boccace para um estudo etnográfico sobre estes temas .

Cinema

O Decameron deu seu nome em italiano a um gênero cinematográfico: decamerotico , um gênero de filmes eróticos frequentemente extraídos de histórias medievais; Cerca de cinquenta desses filmes foram rodados na década de 1970 e, entre eles, pelo menos 10 são mais ou menos diretos da obra de Boccace.

Notas e referências

  1. Cf. a obra coletiva de Marthe Dozon, Catherine Grimbard, Marc Scialmon e sob a direção de Christian Bec, professor da Universidade de Paris / Sorbonne, notas de texto completo publicadas na Biblioteca Clássica (livro de bolso, 1994).
  2. "  Boccace  " , em www.universalis.fr , Encyclopædia Universalis (acessado em 11 de junho de 2011 )
  3. J. Huguenin, "  O Prêmio Boccace é anunciado para 29 de maio  " , em www.loiret.com , Conselho Geral de Loiret ,29 de março de 2011(acessado em 11 de junho de 2011 )
  4. (in) W. Leonard Grant, literatura neolatina e pastoral , Chapel Hill, University of North Carolina Press,1965, 434  p. , p. 83-86 e 97-110
  5. "de Canaria e outras ilhas recém-descobertas no oceano, ao largo da Espanha"
  6. Florença, BN, Banco Rari, 50, f o 123v-124r
  7. Nathalie Bouloux e Odile Redon , " Boccace "  , de Canarie e outras ilhas recém-descobertas no oceano, ao largo da Espanha "1  ", Médiévales , n o  47,1 ° de dezembro de 2004, p.  9–16 ( ISSN  0751-2708 e 1777-5892 , DOI  10.4000 / medievales.1598 , ler online , acessado em 18 de julho de 2018 )

Veja também

Artigos relacionados

links externos